quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Morremos.


Vivemos uma vida de sacrifícios e angústias, sofremos e lutamos pela sobrevivência e contra as adversidades que se nos deparam ao longo da vida e preocupamo-nos com aborrecimentos com isto e aquilo ou estes e aqueles. Perdemos tempo a pensar em aspectos inúteis e insignificantes… mas existem momentos bons, de prazer.

E poderíamos tirar partido de cada momento desses. Em vez disso damos valor a coisas que não interessam.


Viver bem ou mal com a vida, não é igual. O que é igual é o fim de todos nós.


P.S. Estou com um estado de espírito péssimo...

41 comentários:

BloodyDarpside disse...

É bem verdade... Como se costuma dizer: por cada minuto em que choramos, perdemos 60 segundos de alegria. E esse minuto não vai regressar na hora de morrer :\

(P.S.: Gosto bastante do teu blog *.*)

CarolinaGomesdaSilva disse...

Esta mesmo bonito Cláudia !

Luiz Guilherme disse...

é..a vida é desse jeito, todo tempo incerta..realmente o ser humano é o único animal que tem consistência de que morrera um dia.

Sarah disse...

Oh obrigada :)

Raquel Monteiro disse...

é mesmo xD
obrigada querida!

Jéssica disse...

Olha gostei bue deste béh...
Ta giro!

continua...
Beijinhos

JoAna Sousa disse...

Eu amo amo amo profundamente este texto e tão especial eu penso tanto na nossa conversa em certas coisas da vida e tu sabes bem o quanto amo este texto qe me fez chorar continua..<3

aleixo_1996 disse...

Muito forte, emoção a mais pa mim, derrubou o portão do meu coração, eu que a lógica me alimenta arrebentou comigo. lágrimas me caiem sobre a cara, secas graças a minha desidratação. estás de parabens novamente.

Mia disse...

nada mais posso acrescentar, se nao aconselhar-te a viver cada segundo o mais intensamente que possas =) beijinhos

Mark disse...

Gostei bastante do texto. :)

Obrigado pelas tuas palavras. :)

lots of love ^^

Mariana Moreira ; disse...

é mesmo *-*

Mariana Moreira ; disse...

Claro que podes, obrigada :)
Também eu :b

Clésia Vieira disse...

realmente pensei o mesmo o:

« catiasilva disse...

« gostei $:

porque ? :/

ROSINHA disse...

A propósito os professores...Há de tudo como em todas as profissões,mas somos muito melhores do que as pessoas pensam,então eu...Lol!Falta de modéstia?Nãaaaaaaaaaaaaaaaaaaa,realismo!Adoro os meus alunos e eles a mim...Show de bola!
Beijinhos e porta-te 'mal' que tens idade para isso*

Gilda Maria disse...

Este texto faz-me chorar.
Tu sabes. :'(

Sarah disse...

Somos 2, também não gosto nada! Obrigada, beijinho*

Cláudia Matos disse...

Eu sei bebé..
Mas o meu estado de espírito tb não é o melhor.

PauloSilva disse...

Sim :3

Já somos dois com o humor em baixo. No entanto não posso deixar de ripostar contra e a favor deste post.

Primeiro: tenho vindo a crescer, não talvez da melhor maneira mas já parei para pensar e abri os olhos, deixei de lamentar-me tanto.
Segundo: não basta falar, tenho a mesma opinião que tu e muitas outras pessoas também poderiam publicar algo assim mas no entanto não serão capazes de cumprir.
Terceiro: lamentações fazem parte do caminho para alcançarmos uma satisfação superior :)

Beijinhos *

Cláudia Matos disse...

>Escrevo apenas o que sinto Paulo, apenas o que sinto.
Quando o humor está assim, dá-me para escrever estas coisas, assim como tu quando estás apaixonado escreves aqueles teus romances.

PauloSilva disse...

Oh querida não quero que leves a mal.
Apenas tomei aquilo que escreveste como um conselho da forma que está escrito, algo que ninguém consegue fazer, ou quase ninguém *

Cláudia Matos disse...

Claro que não Paulo! Achas? :) Gosto muito de ti
Mas então porque dizes que as pessoas não o fazem?

PauloSilva disse...

Sei lá, podias ter ficado mal impressionada com o meu comentário x) Mas pronto.

Digo porque é verdade minha querida. Até tu, depois de escreveres isto, amanhã ou depois te vais queixar de algo ou fazer uma fita por causa disto ou daquilo. Seja roupa, ou a comida que não te agrada, ou porque chove etc. És como toda a gente. Também digo que é bom estarmos vivos, devíamos pensar naqueles que nada têm e parar de nos queixar, mas assim que voltar a abrir os olhos queixo-me de algo.

Cláudia Matos disse...

Claro que não fiquei.
Pois é, eu faço muitas queixas :p às vezes até chego a algum lado com elas, mas outras vezes...

É muito bom estarmos vivos!
Também penso naqueles que nada têm.

Yep isso mesmo. Queixa-te. Neste Mundo não dá para estarmos calados, percebes?

PauloSilva disse...

Então pronto, ficamos entendidos :b

Filipa disse...

' Fez-me bem *

Soraia B. disse...

Toca a animar!
Arranjo sim querida. Vai a este site:

http://www.rascunhosblogger.com/2010/06/proteja-se-de-plagio-desabilite-opcao.html

Beijinhos

Gilda Maria disse...

obrigada por tudo. <3

Filipa disse...

tudo depende do que estás a recordar querida. mas é sempre bom recordar o que um dia nos fez bem.

Soraia B. disse...

Não?
Se calhar puseste no coiso errado. Experimenta procurar, carrega Ctrl+F e é suposto aparecer-te uma caixa para escreveres pões a palavra que andas a procura e vai aparecer sublinhada na caixa de Editar Html do blog.

Soraia B. disse...

Pode ser que ele te consiga explicar melhor :P

Soraia B. disse...

Pessoas com bom gosto!

Soraia B. disse...

Não tens de agradecer, só disse a verdade :D

. disse...

é verdade querida *-* obrigada , também vou seguir (':

CatarinaRaquel disse...

exacto, só que custa admitir que queremos saber :s

Salomé disse...

Tens razão amor, mas o nosso lado negativo faz-nos sempre pensar o contrário!

Gilda Maria disse...

o p.s é por causa de mim. :'(

Gilda Maria disse...

Mas não fiques assim.
Se ficares triste eu ainda me vou sentir pior porque sei que é por causa de mim que estas assim.
E esta dor ninguém me a pode tirar, ela desaparecerá lentamente.
Temos que sorrir e não podemos deixar que as coisas más nos levem a baixo.
Amo-te <3

Gilda Maria disse...

Eu compreendo amor. Mas qualquer dia voltarás a ver-me sorrir. Devagar se vai ao longe. <3

JoAna Sousa disse...

O amor por vezes e mesmo violento,mas e assim a vida.. Ta mt fixe aserio!!
Imagem*_*
Continua...

Mamã do Príncipe Pipoca disse...

Querida como a morte é mesmo certa o melhor que temos a fazer é tirar o melhor partido da vida. E a vida não é uma constante de felicidade, é o conjunto de vários momentos felizes que devemos aproveitar ao máximo para compensar os outros menos felizes.
Espero que estejas melhor! Obrigada pelo teu comentário!
Beijinhos