sábado, 29 de janeiro de 2011

Amor (I)


- Não me vires as costas, estou a falar contigo... Estás a ouvir?
- Estou. Deixa-me. Não quero saber de ti.
- Mas porquê? Eu amo-te!
- Mas eu não... já não te amo e não insistas em andar atrás de mim. Desanda!
- Mas porquê? Eu faço tudo por nós! Eu largo tudo por ti, quero que sejas feliz comigo.
- Então deixa-me sê-lo, mas longe de ti e dos teus ciúmes. Não é contigo que estou feliz.
- Mas eu já te pedi desculpa.
- Tenho de me ir embora.
- Já? Espera... Eu sei que vais sentir a minha falta. Eu sinto-o em ti, sinto que ainda me amas, sinto que estás de cabeça quente, sinto que tu sentes vontade de me beijar. Estou desesperado...

- Adeus.
(Conversa fictícia)

(Continua...)

29 comentários:

Gilda Maria disse...

Que conversa "violenta", às vezes o amor põe-nos o pé a frente, caímos num buraco e depois é muito difícil de sair dentro dele.
Precisamos de arranjar uma maneira de conseguir subir e não sofrermos por quem não merece.

Maria Sousa disse...

O amor é a coisa mais forte que podemos sentir. É complexo e complicado, e nem toda a gente tem a capacidade de lidar com ele.
Existem as pessoas que querem amar mas têm medo, porque não querem sair magoadas. E depois existem as que amam com todo o coração sem medos. Mas essas são as que ainda sofrem mais, porque quando tudo acaba, vêm que nada do que fizeram valeu apena... e que a pessoa por quem mudou e largou tudo não merecia nada disso.
Mas a vida é mesmo assim... assim é que aprendemos e vemos a essência das pessoas... assim é que crescemos e nos formamos enquanto pessoas.
Está muito bom, mais uma vez! =)
Continua! =D Beijinhos*

BloodyDarpside disse...

Essa imagem combina mesmo bem com o texto, quase como se fosse uma ilustração feita para ele (:

O diálogo é um pouco triste, mas... O amor, por mais que tentemos negar, traz sempre consigo uma pontinha de dor, e todos nós sabemos que ao nos apaixonarmos e ao decidir entrar no mundo de outra pessoa, que estamos sujeitos a magoar-nos.
Decidimos brincar um pouco com fogo, apenas para nos aquecermos e sentirmos bem perto daquele calorzinho... Mas acaba sempre alguém por se queimar.

Enfim... Gostei muito desta "conversa", apesar do lado dramático :)

PauloSilva disse...

Este diálogo está tão forte. Creio que a tal rapariga para ser tão fria é porque realmente não o ama, ou por outro lado ele magoou-a de mais, mas se estava a tentar fazê-la feliz ela deveria ter deixado mais uma vez.

Mas... adeus não significa para sempre *

PauloSilva disse...

Mas para ela ser tão fria é porque o amor não era assim tão grande (:

PauloSilva disse...

Mas vai magoa-lo. Por vezes, compreendo, que seja necessário para que aquela pessoa compreenda aquilo que passamos por ela e o que lhe podemos dar mas no entanto no teu texto é tão doloroso.

sofia disse...

obrigada querida :')

Viagem Sem Retorno disse...

Bonito...

Aproveito para deixar o endereço do meu blog http://viagemsemretorno.blogspot.com/

Jéssica disse...

Oh aquilo é a pura realidade da maioria das relaçoes!

Parabens be! :D

Beijinhos

Soraia B. disse...

Vai ter continuação? :P

Mark disse...

Oh, obrigado. (:

Tu também és. (:

Pixie disse...

Obrigada querida :)
Podes querer que é bem grande :)
Sigo*

Soraia B. disse...

Siim :D
Mas só se tiver um final feliz :P

Soraia B. disse...

Oki :D

filipa disse...

adoro. estou a seguir-te :p

filipa disse...

obrigada* mesmo :p

filipa disse...

aqui diz que estou s: até já :)

filipa disse...

de nada :p

Shuzy disse...

Ciúme é uma mer-da!

Alguém... disse...

Muitas vezes é preciso mesmo ter essa força para dizer Adeus...

Gostei =) *

Mia disse...

Boa Tarde =) Deixei um selinho para ti no meu blog* Se quiseres aproveita-o! Um beijinho

Gilda Maria disse...

Ainda bem que gosta-te. <3
Amo-te melhor amiga, (L)

Isabella Pereira disse...

isto é a pura realidade , as vezes por amor fazemos as coisas mais parvas do mundo, ate deixar um amigo para traz :x

PauloSilva disse...

É :x

Iram M. disse...

Como amar é complicado. é Pedro que ama Maria, que ama sergio, que deixou de amar o Pedro.... ai! amar é tao bom, tao lindo, mas até isso as vezes complica, nè querida?

Um beijo sem complicacao para vc

► JOTA ENE ◄ disse...

Agradeço o teu comentário sintético no "Pes y Sapatos", não fora a repetição do mesmo e não seria tão extenso, loool

Quanto ao amor, havia muito a dizer ...!

Anónimo disse...

xDD Um amor que devido aos ciúmes fracassou... :(

Anónimo disse...

ha muito para dizer acerca do amor..

Sara Filipa disse...

Lindo *.* nao pares de escrever
ohw *.* és uma querida mesmo :') obrigada
ya :3