sexta-feira, 28 de maio de 2010

Prendeste-me nas tuas redes

O mar corre-me nas veias
A areia constitui o sal da minha comida
O meu instinto é como o das sereias
Sem as algas, sinto-me sem essência, despida
As conchas são o meu prato, das memórias
As ondas do meu cabelo estão brancas, do sal, dos meus cansaços
As pedras, com cores, são as minhas vitórias
As pedras, sem cores, são os meus fracassos
O céu é o meu tecto, é o paraíso
A voz do vento, o assobio, a velocidade
É um sinal, é um chamamento, é um sorriso
As estrelas do meu mar, as estrelas do meu tecto são a verdade
As dunas são os altos e baixos da minha vida
Eu sou como um barco de pescadores
Estava de chegada, agora, estou de partida.
Para as profundezas do oceano, para junto dos meus amores.

13 comentários:

Anónimo disse...

Lindóó

Anónimo disse...

Tenho a mesma paixão pelo mar como tu.
Adoro este poema.

Maria Sousa disse...

Está mesmo lindo, asério.
Tens um geito imenso para a poesia, nunca desistas deste sonho, pois vais chegar longe.
Parabéns por mais um poema lindissímo. :)

Jéssica Engenheiro disse...

Tá lindo...
Nem tenho palavras para dizer o quanto gosto dele! xD
Tas cada vez melhor.

Bjs e continua assim

Isabella Pereira disse...

tamem gosto basatante do mar, mas este poema esta magnifico ...
continua, nao e todos os dias que as pessoas nascem com um talento como tu

Sofia Cruz disse...

Olaaa (:
Eu amo o mar! para mim o melhor amigo que uma pessoa pode ter e o mar!!
Porque para mim o mar é quem me acalma, me ajuda, me compreende, me trata bem, é para mim a essência do meu viver... assim como tu!!
Tu tens imenso talento, nao deixes que ninguem o destrua e segue sempre em frente!! Eu estou pronta para te ajudar em tudo o que for preciso (ate para te arranjar uma editora, lembras te?) estarei para sempre ao teu lado!! (:
O poema e LINDOOO, FANTASICO E TUDO.! O que dizes no poema e o que sentimos pelo mar!! Ele e inspiração.. :D
Beijinhos, continua aposto em ti...
Amu te quidah <3

Gilda Maria * disse...

Gostava mais do Blogue como estava antes, mas pronto o que interessa é que escreves bem.
<3

Sentimentos disse...

ta muito bom, gostei muito do teu poema, nasceste para isso, nao desistas, vais longe assim.

Sentimentos disse...

gostei muito do poema, expresas muito bem oque sentes, ate nós o sentimos tambem.

Joana disse...

Adoro este poema foi aquele qe disseste qe rimavas sem saber. Gosto d tods os teus poemas em especial aqele qe me fizeste sobre o mar,naqele momento dificil da minha vida em qe me ajudas.te bastante.Obrigado Quando os teus livros tiverem nas livrarias irei ser das primeiras pessoas a comprar Continua tens jeito pa coisa!! Bjs grande!!

Daniela Costa disse...

Para mim a tua imaginação é como o mar, infinita.
Acho que já te disse isto antes e que de certeza muitas outras pessoas também já o disseram, mas tu tens um dom para fazeres estes poemas que é enorme, muitas pessoas não saíriam da primeira estrofe.
Tenho a certeza que dos teus poemas que li este é o que eu mais gosto, especialmente porque fala no mar.
O mar para mim é uma das coisas mais importantes na minha vida, pois no mar nós pode-mos confiar, às vezes, pois o mar também é traiçoeiro, mar que acalma, que nos faz relaxar, sou capaz de quando vou à praia só sair do mar qundo me vou embora, porque ele me fascina.
A primeira coisa quando saio de casa que vejo é o mar, umas vezes calmo outras vezes revoltado, mas é sempre o mar.

Sandrina disse...

Uau. Cláudia, neste poema, esmeraste-te. Adorei... cada verso.

sara disse...

Pensava que era a única que gostava do mar e que o adora, mas não, aqui ja á muitas pessoas que tambem gosto dele deve ser por ele ser calmo e de saber falar connosco, ele não presisa de dizer-nos nada mas de facto a verdade é que ele nos faz bem, pelo menos a mim, acalmanos faz.nos pensar e reflectir. Escolhi este poema, primeiro pela a imagem é o mar vi fui logo ler, depois porque comecei a ler e quando chegai ao fim fiquei triste por teres acabado de escrever sabes porque?, porque tu escreves com a mão pelo exterior mas por dentro escreves com o coração adorei o teu poema cada verso a cada estrofe simplesmente entrei dentro dele quando o estava a ler muito e ficai radiante uma unica palavra que o descreve AMEI nunca mas nunca paraes de escrever claudia matos porque tu tens um dom dentro de ti que tu nem imaginas existem poétas que nao escrevem poemas tão lindos como tu escreves. (: